Caiado trabalhou contra empréstimo da Caixa para o Estado em julho. Agora, quer o dinheiro

9 de outubro de 2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) afirmou nesta terça-feira, em entrevista ao jornal O Popular, que sua prioridade é conseguir um empréstimo para o Estado nos primeiros meses de 2019. 

Este é o mesmo Caiado que, em julho, trabalhou contra a assinatura do contrato entre o governo e a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 510 milhões. 

Na entrevista, Caiado inclusive admite que trabalhou contra o empréstimo que o atual governador José Eliton (PSDB) queria contratar. 

“Eu simplesmente falei da Construção, se ela prevalece ou não”, esclarece Caiado. “Não se pode vincular uma dívida ao Fundo de Participação dos Estados a partir de 2019 e deixar de cumprir a norma constitucional. Eu perguntei à Caixa: vocês vão assumir isso?”.  

Ocorre que, como foi eleito governador, Caiado agora reconhece que o empréstimo é necessário. Na mesma entrevista, ele afirma: 

“Acho que posso, ainda nestes dois meses que restam, pelo menos começar a fazer uma discussão com o Tesouro Nacional para tentar ver se Goiás se recupera dentro da classificação do rating e com isso tenha aval do Tesouro para contrair empréstimos. Essa é a minha maior preocupação no momento”.