CAÇULA DERROTA O GRUPO DE DEUSMAR BARBOSA E É O NOVO PRESIDENTE DA CÂMARA

Acabou! Caçula vence a batalha. Após a desistência de Marcão da Coruja estava escrito como seria o resultado final. Foram 13 votos. Frustrado, Deusmar Barbosa (DEM), faltou a sessão, derrotado.
A vitória de Caçula contou com a união de vereadores de partidos e posicionamentos diferentes, o que poderá apontar mudanças no cenário político de Catalão. Em seus discursos os vereadores demonstraram descontentamento com a situação de momento. Sousa Filho (PSD) na hora do voto disse que “as duas forcas políticas de Catalão, rivais há mais de 20 anos, estavam de braços dados contra o Caçula e a favor do grupo de Deusmar e isto me vez ver que eu estava do lado certo. O lado da mudança”. Cláudio Lima (MDB) alfinetou dizendo que “pela primeira vez na história de uma eleição na câmara não compraram os votos de vereadores”. Para Marcelo Mendonça (REDE) a vitória de Caçula representou o resgate da credibilidade da casa. Rodrigão (SD) falou que a câmara não pode ser puxadinho da prefeitura e cutucou o grupo de Deusmar “um cara (Caçula) que pela boca de lá estava condenado a prisão, hoje é o presidente da câmara”, referindo-se ao jogo feito pela chapa rival durante o processo eleitoral.